FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: Liceu de Coimbra (1937-1947)

Palavras-chave: Formação Inicial de Professores, Matemática, Estágios, Liceu D. João III

Resumo

Este texto tem como foco a formação de professores de Matemática, em Portugal, no período entre 1937 e 1947, num dos liceus ligados à formação de professores, o liceu D. João III, em Coimbra. Para tal iniciar-se-á com uma breve explicação do funcionamento do sistema de formação inicial de professores nessa época para depois referir os trabalhos elaborados pelos professores estagiários, no âmbito do estágio, ao longo de cerca de 1 década: planos de aula, trabalhos temáticos, Ensaios Críticos. A análise centrar-se-á nos Ensaios Críticos, trabalho de grande importância para findar o Estágio Pedagógico. Através da pesquisa documental, nomeadamente legislação, arquivos do liceu e da universidade foi possível identificar os trabalhos realizados pelos professores estagiários de Matemática e a sua análise permite caraterizar parte da formação inicial de professores de Matemática da época. Os Ensaios Críticos estavam divididos em duas partes: a primeira de cariz teórico e a segunda continha os planos de aula relativos ao tema explorado na primeira parte. A primeira parte permite-nos perceber as temáticas que eram alvo de interesse e preocupação por parte dos professores supervisores dos estágios – o professor metodólogo - e a segunda parte permite-nos perceber a estrutura utilizada na época para planificação da aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Elisa Esteves Santiago, Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Coimbra
Professora Adjunta Convidada da área da Matemática e Educação Matemática da Escola Superior de Educação, Instituto Politécnico de Coimbra.Membro Integrado do CICS.NOVA

Referências

AIRES, A. P; SANTIAGO, A. (2014). Os programas de matemática do ensino liceal. Em A matemática nos programas do ensino não-superior (1835-1974), A. J. Almeida e J. M. Matos (Eds.) (pp. 71-91). ISBN: 978-989-97487-5-0. Lisboa: UIED, APM.

ALMEIDA, A. J.; MATOS J. M. (Coords.) (2014). A matemática nos programas do ensino não-superior (1835-1974). Caparica: UIED.

ALMEIDA, M. (2013). Um olhar sobre o ensino da Matemática, guiado por António Augusto Lopes. Tese de doutoramento, Universidade Nova de Lisboa

ALMEIDA, M. (2018). Formação de professores de matemática para o ensino liceal (1930-1968), in J. M. Matos (Ed.), A matemática e o seu ensino na formação de professores. Uma abordagem histórica (pp. 253-272). Lisboa: APM e UIED. ISBN: 978-972-8768-70-6

BALL, D. (2002). Knowing Mathematics for Teaching: Relations between Research and Practice. Mathematics and Education Reform Newsletter, 14(3), 1-5.

BALL, D., HILL, H. & BASS, H. (2005). Knowing Mathematics for Teaching. Who knows Mathematics Well Enough to Teach Third Grade, and How Can We Decide? American Educator, Fall 2005,14-46.

BALL, D., THAMES, M. H. & PHELPS, G. (2008). Content knowledge for teaching: what makes it special? Journal of Teacher Education, 59(5), 389-407.

CARVALHO, R. (1985). História do Ensino em Portugal. Desde a fundação da nacionalidade até ao fim do regime de Salazar-Caetano. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

CHERVEL, A. (1990). História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação, n. 2, p. 177-229, 1990.

MATOS, J. M. (Ed.) (2018). A matemática e o seu ensino na formação de professores. Uma abordagem histórica. Lisboa: APM e UIED. ISBN: 978-972-8768-70-6

PARDAL, L. A. (1992). Formação de Professores do Ensino Secundário (1901-1988). Aveiro: Universidade de Aveiro.

PINTASSILGO, J; MOGARRO, M. J.; HENRIQUES, R. P. (2010). A formação de professores em Portugal. Lisboa: Edições Colibri.

PINTASSILGO, J.; TEIXEIRA, A.(2011). Os professores de matemática e a sua formação (algumas reflexões em perspectiva histórica). Comunicação apresentada no ProfMat 2011.

PINTASSILGO, J. e TEIXEIRA, A. (2011a). A formação de professores em Portugal nos anos 30 do século XX (algumas reflexões a partir do exemplo dos professores de Matemática). Revista HISTEDBR On-line, 43(set), 4-20

PINTO, N. B. (2014). História das disciplinas escolares. Revista Diálogo Educação. Curitiba, v. 14, n. 41, p. 125-142, jan./abr. 2014.

SANTIAGO, A. (2018). Formação de professores de Matemática — Liceu D. João III, Coimbra (1930-1970). In J. M. Matos (Ed.), A matemática e o seu ensino na formação de professores. Uma abordagem histórica (pp. 357-378). Lisboa: APM e UIED. ISBN: 978-972-8768-70-6

SANTIAGO, A.; MATOS, J. M. (2018). Os professores de matemática dos liceus: acesso à profissão e formação (1836-1930). In J. M. Matos (Ed.), A matemática e o seu ensino na formação de professores. Uma abordagem histórica (pp. 209-226). Lisboa: APM e UIED. ISBN: 978-972-8768-70-6

SANTIAGO, A.; MATOS, J. M. (2018a). A matemática e o seu ensino nas Escolas Normais Superiores. In J. M. Matos (Ed.), A matemática e o seu ensino na formação de professores. Uma abordagem histórica (pp. 227-252). Lisboa: APM e UIED. ISBN: 978-972-8768-70-6

SHULMAN, Lee S. (1986). Those Who Understand: Knowledge Growth in Teaching. Educational Researcher. v.15, n.2. fev. 1986, pp.4-14.

Publicado
2020-12-21
Métricas
  • Visualizações do Artigo 51
  • PDF downloads: 8
Como Citar
Santiago, A. (2020). FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: Liceu de Coimbra (1937-1947). Revista De História Da Educação Matemática, 6(3). Recuperado de http://histemat.com.br/index.php/HISTEMAT/article/view/349
Seção
Dossiê - Histórias de uma constituição de saberes matemáticos no ensino