A HISTÓRIA ORAL COMO ABORDAGEM EM ESPAÇOS FORMATIVOS FORMAIS DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

Heloisa Silva

Resumo


Apresentar e discutir ações pedagógicas envolvendo histórias da educação matemática em processos formativos formais de professores de Matemática por meio da história oral é o objetivo desse texto. Ações que surgem a partir de um movimento de investigação, elaboração, aplicação e análise de estratégias de formação para a compreensão das potencialidades da história oral como abordagem pedagógica. Um dos principais argumentos a justificar a problematização de histórias da educação matemática em processos formativos de professores desse movimento está no entendimento da compreensão histórica dos diversos aspectos ligados às práticas de educação matemática, a partir de pontos de vista passados e presentes (narrativas históricas), como potencial para contribuir com propostas de formas alternativas positivas de educação matemática. As questões que têm orientado esse movimento e, portanto, serão colocadas em discussão no texto são: Por que e como histórias (da educação matemática) devem ser problematizadas na formação de professores (de matemática)? Quais as potencialidades dessas problematizações para os processos formativos (formais) de professores de matemática e para as práticas de educação matemática atuais e futuras? Quais as potencialidades da história oral como abordagem pedagógica a problematização das histórias (da educação matemática) nesses processos formativos formais? Como as pesquisas em história da educação matemática podem participar dessa abordagem? 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista de História da Educação Matemática