UM OLHAR ATENTO AO MANUAL DIDÁTICO “VAMOS APRENDER MATEMÁTICA: guia do professor – preliminar”

  • Mônica Menezes de Souza SEEDF
  • Carmyra Oliveira Batista Docente da Universidade Católica de Brasília
  • Edilene Simões Costa dos Santos Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Rosália Policarpo Fagundes de Carvalho UNIAN-SP
Palavras-chave: Manual de ensino, Matemática Moderna, Ensino primário

Resumo

O objetivo desse artigo foi analisar a organização e as orientações dos conteúdos e da metodologia do livro Vamos aprender Matemática: guia do professor – preliminar que se trata de um manual didático e, ao que tudo indica, foi produzido para cumprir a função de orientar o trabalho pedagógico do professor no âmbito metodológico. As autoras Rizza de Araújo Porto, Regina Almeida e Norma Cunha Osório eram docentes e participaram do Programa de Assistência Brasileiro-Americana ao Ensino Elementar – PABAEE cujos objetivos eram qualificar os professores das escolas normais e do ensino elementar, além de publicar e produzir livros e textos didáticos. O volume em estudo é uma adaptação do livro Seeing Through Arithmetic de Maurice L. Hartung, Henry Van Engen, E. Glenadine Gibb, James E. Stochl, Ray Walch e Lois Knowles e foi publicado pela Scott, Foresman and Company – EUA, nos anos 1950. Utilizou-se como referencial teórico-metodológico, Choppin (2004), Valente (2008), Alves e Centeno (2009) e Genette (2009) entre outros. Concluiu-se que as autoras tiveram contato com discussões atualizadas sobre o ensino de Matemática da época, o ensino de número contido no livro apresenta ideias da Matemática Moderna – MM e a metodologia enfatisa o ensino ativo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica Menezes de Souza, SEEDF
Docente da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal

Referências

Albuquerque, I.(1954). Metodologia da Matemática: de acordo com o programa do curso de formação do professor primário (2a ed.). Rio de Janeiro: Conquista.

Alves, G. L. &Centeno, C. V. (setembro/dezembro,2009). A produção de manuais didáticos de história do Brasil:remontando ao século XIX e início do século XX. Revista Brasileira de Educação, 14(42).Recuperado em 19 de janeiro de 2016,de http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v14n42/v14n42a06.pdf.

Belmiro, C. A.(setembro, 1999). A imagem e suas formas de visualidade nos livros didáticos de Português. In22ª Reunião Anual da ANPEd, Caxambu, MG. Recuperado em 18 de janeiro de 2016, dehttp://www.scielo.br/pdf/es/v21n72/4191.pdf.

Choppin, A.(abril/julho,2002). O historiador e o livro escolar. (M. H.C.Bastos, trad.). História da Educação,6(11), 5-24. Recuperado em 15 janeiro de 2016, de http://seer.ufrgs.br/index.php/asphe/article/view/30596/pdf.

_____. (setembro/dezembro, 2004). História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa,30(3),549-566.Recuperado em 15 de janeiro de 2016, de http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-97022004000300012&script=sci_arttext.

Figueiras, J.M. (janeiro/abril, 2015). As políticas para o livro didático durante a ditadura militar:a Colted e a Fename. História e Educação(online), 19(45), 85-102.Recuperado em 20 de janeiro de 2016, de http://seer.ufrgs.br/index.php/asphe/article/view/44800.

Genette, G. (2009). Para textos Editoriais. (A. Faleiros, trad.).Cotia, SP: Artes do Livro.

Ministério da Educação e Cultura. (1992). Despacho NP 401 de 19 de julho de 1992. Recuperado em 10 de janeiro de 2016, de http://www.jusbrasil.com.br/diarios/3413161/pg-16-secao-2-diario-oficial-da-uniao-dou-de-21-07-1982/pdfView.

Osório, N. C.,Pôrto, R.A.&Almeida, R. (1967). Vamos aprender matemática: guia do professor –preliminar. Guanabara, RJ: Ao Livro Técnico S. A.

Paiva, E. V. &Paixão, L. P.(2002).A americanização do ensino elementar no Brasil. Niterói, RJ: Eduf.

Pôrto, R. A.(1965).Ver, sentir, descobrir a aritmética.Rio deJaneiro: Editôra Nacional. Recuperado em 13 setembro de2015, de https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/134151.

Schwartz, C. M. (2011). O ensino da leitura e a formação do leitor na escola primária capixaba na década de 1960: plano de trabalho. Vitória, ES. Mimeo.

Valente, W.R. (julho/dezembro, 2008). Livro didático e educação matemática: uma história inseparável. Zetetiké Revista de Educação Matemática,16(30), 139-161. Recuperado em 3 de dezembro de 2015, de https://www.fe.unicamp.br/revistas/ged/zetetike/article/viewFile/2518/2277.

Publicado
2016-05-15
Métricas
  • Visualizações do Artigo 298
  • PDF downloads: 26
Como Citar
de Souza, M., Batista, C., Santos, E., & Carvalho, R. (2016). UM OLHAR ATENTO AO MANUAL DIDÁTICO “VAMOS APRENDER MATEMÁTICA: guia do professor – preliminar”. Revista De História Da Educação Matemática, 2(1). Recuperado de http://histemat.com.br/index.php/HISTEMAT/article/view/59
Seção
Artigos